ONU rejeita ligação de judeus com o Monte do Templo

Jerusalem, Israel

Jerusalem, Israel

 

Unesco aprovou nesta quinta-feira, 13, uma resolução segundo a qual o Muro das Lamentações, local mais santo para a religião judaica, assim com todo o Monte do Templo (do qual o Muro faz parte) são sagrados “apenas para os muçulmanos”.

A moção iniciada pelos palestinos com o apoio do Brasil, Egito, Argélia, Marrocos, Líbano, Omã, Catar e Sudão venceu com 24 votos a favor. Vinte e seis nações se abstiveram e apenas seis foram contra.

Estados Unidos e Israel tentaram por semanas evitar a aprovação da resolução, em uma tentativa de preservar a história e não politizar (ainda mais) o braço das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura.

O Templo do Monte, chamado em hebraico de Har Habait (“Monte da Casa”), é o lugar onde, acredita-se, foram erguidos o Templo de Salomão e, mais tarde, no ano 70 d.C, o Templo de Herodes.

Em 677 d.C, nesse mesmo espaço, foram construídos o Domo da Rocha e a mesquita de al-Aqsa, de 705 d.C.

Hoje, o local é conhecido como a Esplanada das Mesquitas para os muçulmanos. A cidade nunca foi citada pelo Corão, livro sagrado do Islã, e o profeta Maomé nunca pisou na cidade.

A campanha da Unesco contra Israel é antiga. Em 2010, a entidade aprovou cinco resoluções contra o país, igualmente impulsionadas por países árabes. Nelas, a organização rechaçou os esforços de Israel para realizar escavações arqueológicas na cidade, considerou que locais sagrados em Belém e Hebron pertencem unicamente aos territórios palestinos, além de condenar a existência de um muro que separa Israel dos territórios e o bloqueio imposto contra a Faixa de Gaza.

Fonte: Veja

FESTA DE TABERNÁCULOS 2017

CARAVANA TABERNÁCULOS DO REI – SUCCOT 2017 🇮🇱

Faça sua reserva e garanta sua viagem – Vagas Limitadas – Saiba mais aqui

Veja também

Polonês de 113 anos sobreviveu à Primeira Guerra e ao terror do Holocausto terá bar mitzvah com 100 anos de atraso
Ver mais
Chega a 60 mil o número de deslocados por incêndios florestais em Israel. Fogo já dura três dias; autoridades suspeitam que parte foi provocada intencionalmente.
Ver mais
Dia de Oração pela Paz de Jerusalém, Israel. 02 de OUTUBRO de 2016. Anualmente Primeiro Domingo de Outubro
Ver mais
Quando Mark Zuckerberg estava lançando a revolução das mídias sociais há 12 anos, um de seus colegas de quarto, Arie Hasit, perseguia um objetivo completamente diferente: se tornar um rabino
Ver mais